Arquivo da categoria ‘Reflexão’

Protagonistas da Liberdade

Publicado: fevereiro 9, 2011 em Reflexão

“E o povo creu; e quando ouviram que o Senhor visitava aos filhos de Israel, e que via a sua aflição, inclinaram-se, e adoraram”. Êxodo 4:31

Amados Moíses foi chamado, levantado e vocacionado por Deus para ser um instrumento de Deus para a libertação do povo Hebreu, após 430 anos de sofrimento, dor, humilhação, de pura escravidão no Egito. Este povo cansado, angustiado pela escravidão agora podia enchergar uma Luz de Esperança, uma razão para acordar, lutar e conquistar! Moisés aceitou o desafio de ir aos cativos, mesmo correndo riscos, Moisés se dispos a levar a mensagem de Liberdade e de liderar o povo! Ele contemplou a Fé brotando em cada coração, a Palavra diz: “O povo creu”.  Que alegria! Aleluia! Em uma terra permeada pela idolatria, agora o povo Hebreu poderia adorar e buscar o único Deus! Moisés guiou este povo até a terra Prometida!

Se atentarmos ao nosso redor, veremos um número incontável de pessoas que estão em um estado de confusão, ansiando por alguém que lhes ajude no caminho rumo à eternidade. Voce pode e deve ser instrumento do Libertador, o Deus de Moisés é o mesmo que hoje espera que voce faça a sua parte pelos Seus filhos.  Como Moisés, mais que presenciar, voce pode participar dos milagres realizados por Deus em favor do Seu povo. Basta que aceite Sua vontade e cumpra, com fidelidade, o que Ele pede. Faça isto e participe da alegria de ser um legítimo representante do Eterno, do Salvador, do verdadeiro e único Libertador.

Tenha um lindo dia!

Paz e Bençãos,

Anúncios

O Preço

Publicado: fevereiro 7, 2011 em Reflexão

Para uma criança pobre pode ser motivo de perplexidade ver os brinquedos de uma criança rica. Brinquedos que a ela pareceriam o supra-sumo do gozo, que ela sonharia febrilmente em ter, estariam na casa da criança rica quebrados ou largados no ostracismo de alguma caixa empoeirada. Por que aquilo que é um tesouro para uns pode ser motivo de desprezo e descaso para outro? Aquilo que se ganha com freqüência e que cai no nosso colo sem esforço, tende a não valer muito para nós. E é assim que muitas vezes lidamos com a salvação em Jesus Cristo.

O próprio termo que designa a forma pela qual somos salvos insinua essa percepção: graça. Somos salvos pela graça, somos salvos de graça. Não existe nada que o Salvador espera que façamos antes de nos salvar, então a cruz está aí, como o destroço salvador de um naufrágio, só precisamos abraçar.

Só somos capazes de desprezar ou menosprezar a salvação porque escolhemos ignorá-la ou porque cultivamos essa idéia de graça barata, de algo que, de tão fácil, não tem grande valor, podemos dar a atenção a isso mais tarde, vai estar sempre aí.

Acontece que a graça só é “barata” para quem recebe. Para Quem dá, ela custa tudo. Morris Venden, um entusiasta da graça e um dos expositores mais didáticos dela que eu conheço. Ele ilustra esse ponto da seguinte forma: ele, um pastor, está trafegando por uma estrada em velocidade excessiva. É parado por um guarda, que aponta para seu erro. Ele tenta se explicar, fala do velório no qual precisa falar e para o qual está atrasado. O guarda compreende a situação, mas, ao invés de simplesmente deixar de multar o pastor, ele aplica a multa. Ele diz que a lei precisa ser respeitada e a lei exige que, ante uma tal infração, a pena seja cominada. Só que, por se compadecer da situação do pastor, ele mesmo leva a multa até a cidade e a paga.

A salvação não é um passar a mão na cabeça da criança bagunceira e dizer que está tudo bem. É um Deus que se doa e passa a sentir os espinhos e pregos em Sua própria pele, é o divino sentindo-se desamparado, solitário, incompreendido e alquebrado, para que os desamparados, solitários, incompreendidos e alquebrados pudessem ter esperança e viver da forma como Ele idealizou para ser. A salvação tem um preço altíssimo. Desprezá-la é enfiar aqueles cravos um pouco mais fundo na agonia dEle.

Sempre que penso na enormidade da salvação, lembro de Paulo, que ao encontrar Jesus teve os olhos cobertos por um tipo de escamas. Conosco é o dia-a-dia e nossa propensão ao egoísmo mais extremo que nos tampa a vista. De quando em quando precisamos que as escamas caiam para que vejamos.

(Enviado por Marco Aurélio)

Tenha um lindo dia!

Paz e Bençãos!

Andrey Quadros

Existe algo que nunca muda!!!

Publicado: novembro 23, 2010 em Reflexão

Estamos em meio a uma revolução. Segundo um perito em informática que ouvi em uma palestra há pouco tempo, estamos vivendo uma revolução sem precedentes nos últimos 5.000 anos, desde que os sumérios inventaram a escrita, e, ele arriscava dizer, sem precedentes pelos próximos 5.000 anos também.

Se tomarmos um homem médio da Europa feudal, as condições de vida da Europa em plena Revolução Industrial seriam absolutamente impensáveis. Qualquer sistema que fugisse à dinâmica vassalo/suserano, plebe/nobreza, fiel/clero, seria impossível de se prever. Foram necessários séculos para o ambiente se revolucionar.

Você e eu provavelmente crescemos em um mundo dividido entre capitalismo e socialismo, e a verdade é que ele não se encontra mais assim. Que tipo de sistema governará o mundo daqui a alguns anos? É impossível dizer. A revolução digital é realmente impressionante, está transformando as relações humanas em todos os níveis. Em muito pouco tempo, os especialistas vaticinam, praticamente tudo será feito pela internet, praticamente todos terão sua assinatura digital, boa parte dos contatos pessoais será substituída por contatos virtuais, incluindo-se aí até mesmo coisas como audiências judiciais e cirurgias complexas. Hoje mesmo, alguém com um notebook mais possante pode, de seu escritório, valendo-se da tecnologia wireless vasculhar os computadores de todos os seus vizinhos, desde que conheça um ou dois truques. Os juristas quebram a cabeça para saber se suas leis cunhadas para o mundo presencial ainda têm validade no mundo virtual, especialistas em segurança andam com ar apavorado por aí, pais não sabem como regrar a utilização do computador pelos filhos… e a lista não tem fim. A revolução está em andamento, e no momento em que escrevo essas linhas estou vivendo em um mundo necessariamente diferente e muito mais atrasado do que o mundo no qual você está me lendo.

Ora, as revoluções transformam as relações humanas em todos os níveis, isso é fato. Mas também é fato que há algo que elas não transformam. Estou falando do próprio homem. Este continua o mesmíssimo ao longo dos séculos. Continua absolutamente dependente de comida, de ar, de água, de sol. Continua fulcralmente dependente de aceitação por uma coletividade, de um gesto de carinho, de um cafuné. Continua com muito medo, da morte, da vida, do futuro, dos outros. Continua sofrendo solidão (não há e-mail na minha caixa? Não há comentário em meu blog? Ninguém me vê? Alguém sabe que eu existo?), separação, impotência para mudar a realidade, fragilidade. Continua se iludindo, se enganando, se maltratando. Continua correndo atrás do que lhe agride, de satisfação de vontades controláveis, de pequenos prazeres cuja relação custo-benefício é escancaradamente desfavorável. Continua, sobretudo, carente de salvação.

Esteja o homem onde estiver, na linha do tempo: em algum momento antes de Cristo, na Europa selvagem dos primeiros anos depois dEle, durante a idade Média, durante a revolução industrial, no meio da guerra fria, agora, amanhã, depois, não importa; esteja onde estiver, o convite continua o mesmo, e igualmente eficaz: vinde a Mim vós, que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei (Mateus 11:28). Independentemente do mundo que venha por aí, a solução está em atender este convite.

Venha para Cristo! Paz e Bençãos!

O que nós pais, vamos responder???

Publicado: outubro 28, 2010 em Reflexão

Senhor Deus: Ensina-nos a contar os nossos dias, para que o nosso coracão seja sábio. Salmos 90:12.

Deus não vai perguntar se vocês andaram na moda. Deus está mais preocupado com os nossos adornos internos: não quer que a gente guarde amargura, que a gente alimente pensamentos ruins.

Deus não vai perguntar que tipo de carro você dirigiu. Ele deve perguntar se você apostou corrida com seu filho, se fez um desenho, e se o proporcionou uma amizade alegre.

Deus não vai perguntar o tamanho da sua casa. Ele vai perguntar quantos colegas do seu filho você recebeu nela.

Deus não vai perguntar sobre a cor da pele do seu filho. Ele vai perguntar sobre o conteúdo do seu caráter.

Deus pode não perguntar se você trabalhou muito, mas pode perguntar se você descarregou ou descontou suas frustrações e cansaço em sua família.

Deus já sabe que você cometeu erros com o seu filho, o que Ele pode lhe perguntar é se você pediu perdão quando errou e se procurou mudar de atitude.

Deus não vai perguntar quanto vale seu tempo, mas Ele pode perguntar se você ajudou seu filho a fazer a lição. Se você o buscou na escola. Se você foi assistir a sua apresentação.

Deus não vai perguntar o que aconteceu na novela ou no filme, no jogo de futebol, mas vai te perguntar se você mostrou a seu filho como juntar as mãos e orar, se você ensinou o seu coraçãozinho a amar a Palavra de Deus.

Deus não deve perguntar qual era a sua posição social ou quanto pagou a uma babá, mas vai querer saber se foi você quem educou e inspirou seu filho.

Talvez Deus não vai perguntar quantos filhos você teve. Mas Ele vai perguntar quantos filhos você realmente criou e se você foi pai ou mãe de verdade!

Deus quer saber dos seus medos e angústias, assim como, Ele quer conhecer seus sonhos e vontades.

Deus quer saber se seu filho pode se espelhar em você!

Deus vai perguntar se você perdeu seu filho para o mundo, ou se o ganhou para Deus!

Deus quer saber se o coração dos pais está voltado para os filhos, e se o coração dos filhos está voltado para os pais.

E por fim, Deus vai querer saber se você amou o ser humano que Ele colocou em suas mãos.

E o melhor de tudo é que há tempo para recomeçar, hoje, agora! Pois, amanhã pode ser o seu dia de responder essas perguntas para Deus…

Tenha um lindo dia!!

Paz e Bençãos,

Deixando a preocupação de lado!

Publicado: outubro 27, 2010 em Reflexão

“E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo por diante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição”. Lucas 8:14

Na “parábola do semeador”, Cristo fala que os cuidados (preocupações) do dia a dia podem impedir que a palavra de Deus frutifique em nossa vida. Salomão aconselha a darmos o nosso melhor ao fazermos algo (Eclesiastes 9:10). Precisamos porém entender a diferença entre aquilo que é uma preocupação normal com aquilo que é prejudicial.

O lado ruim da preocupação surge quando tentamos empregar, nas tarefas do dia a dia, mais forças do que possuímos. A preocupação se transforma em ansiedade e perdemos a capacidade de ação e reação, pois ela suga nossa energia vita. A mente fica obstruída e perdemos a capacidade de realizar o nosso melhor. Pior ainda, impedimos Deus de atuar de forma plena em nosso ser, ficando assim impedido de transformar nossa vida.

Todos temos obrigações a cumprir, tarefas a desempenhar e problemas a enfrentar, mas nada disto pode impedir a atuação do Eterno em nossa vida. Pense nisso! Deus quer ajudar você!

Tenha um lindo dia!

Paz e Bençãos,

Não te Esqueças…

Publicado: outubro 26, 2010 em Reflexão

Adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da Minha boca, nem delas te apartes. Prov. 4: 5.

 Quanto tempo você precisa estudar para adquirir um título profissional? Quanto dinheiro você tem que poupar para adquirir um apartamento, um carro, ou quem sabe  um closet perfeito…  organizado em tons sobre tons…

Salomão afirma repetidas vezes que a sabedoria é mais preciosa do que qualquer título profissional, dinheiro ou fama. Se isto é verdade, qual é o preço da sabedoria? Nada. É gratuita para os que buscam os conselhos divinos.

O verso de hoje nos aconselha a adquirir duas coisas: sabedoria e entendimento. A sabedoria nos ensina a administrar a vida com equilíbrio e coerência. O entendimento nos capacita a determinar os métodos para melhor administrar a vida. Ele nos ajuda a identificar o momento certo e as circunstâncias para usar o conselho divino apropriado para aquela circunstância.

O conselho de hoje é: “Não te esqueças” e “nem te apartes”. O esquecimento já provocou muitas tragédias. Esquecer de apagar o fogo ou de desligar o gás, esquecer um compromisso importante ou a chave dentro do carro pode criar muitos problemas. Mas todos eles podem ser resolvidos.

Esquecer-se das palavras de Deus, no entanto, cria problemas de conseqüências eternas. A sabedoria e o entendimento são instrumentos divinos para você não esquecer.

Outro procedimento que pode ter conseqüências trágicas é “afastar-se” ou “desviar-se”, como registram algumas traduções da Bíblia.

O que aconteceria se numa estrada à beira do abismo você se afastasse do caminho? Sabedoria não implica necessariamente ausência de erros. Eles podem inclusive ser proveitosos para a pessoa sábia. A sabedoria não se mede por um ou outro erro, mas pela maneira como você reage diante dos erros. Experiência, para um homem sábio, não é o que lhe acontece, seja bom ou mau, mas o que ele faz com o que lhe acontece. Nunca se queixe daquilo que você permite que lhe aconteça de novo.

Hoje é  um dia de escolhas e decisões sábias. Ande, viaje, compre e venda com sabedoria e entendimento.

Atreva-se a ser diferente!

Tenha um lindo dia,

Paz e Bençãos!

Superior Contradição Eleitoral!

Publicado: outubro 23, 2010 em Reflexão

Sim é sim e não é não

Estamos vivendo no Brasil um momento de eleição presidencial e em alguns Estados a eleição para decidir quem será o Governante pelos próximos quatro anos, onde vemos dois candidatos disputando voto a voto para sair vencedor. Como toda campanha, eles apresentam suas propostas, idéias e diferenciais em relação ao adversário. Em paralelo, a imprensa os indaga a respeito dos mais variados temas e isto pode fazer toda a diferença para a decisão do voto pelo eleitor.

Nesta hora, vemos a importância de seguirmos a coerência para não cairmos em contradição. O apóstolo Tiago cita em sua carta: “Seja o sim de vocês, sim, e o não, não, para que não caiam em condenação” (Tiago 5:12). Certamente uma vida coerente com nossos valores e pensamentos nos evita maiores aborrecimentos e situações embaraçosas. E também facilita a exposição de nossas idéias, uma vez que não precisamos ajustar os nossos discursos de acordo com cada segmento de público.

Em breve, iremos às urnas votar e se “não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades foram por ele estabelecidas” (Romanos 13:1), também é verdade que desempenhamos um papel importante em uma sociedade democrática. Portanto, se faz necessário atentarmos aos princípios divinos e às instruções do Espírito Santo ao escolhermos em quem votar. Se você faz parte da Igreja de Cristo não venda seu voto! Vote em quem você realmente acredita que fará mais por seu País e Estado! Época de Campanha as promessas, e discursos para ganhar votos são direcionadas a todos! Mas pelo menos em nosso estado (Pará), os dois candidatos já tiveram a oportunidade de serem Governadores! A Candidata, dizem, que foi avaliada como (PIOR!!!) Governadora do Brasil! O Candidato faltou uma reunião com o Presidente e foi pescar! Não venda seu voto, porque Campanha passa, e nosso Estado que tem tanto potencial pode avançar ou regredir! Uma ajuda para alguém de sua casa, para um partido, um telhado para Igreja, ou outra ajuda pessoal, qualquer que seja não devem ser o motivador de seu voto e sim o que é efetivamente melhor para seu Estado e Nação!

Devemos ter em mente que “não convém ao príncipe o lábio mentiroso” (Provérbios 17:7). Precisamos comparar não somente as propostas econômicas, cambiais ou assistenciais, mas também a ética e os valores condizentes com a justiça de Deus. Estas são apresentadas não só pelos candidatos, mas por seus partidos e base de aliados no Legislativo, por meio de ações e emendas criadas durante as últimas gestões. Infelizmente as eleições se tornam um vale-tudo, onde o dito é desdito em busca de mais votos. Portanto, abra seu coração ao entendimento e peça a Deus por sabedoria antes de se dirigir à cabine de votação.

Tenha um Lindo dia!

Paz e Bençãos,